Header Image -

Roteiros de Jogos e a Jornada do Herói

by Guest 1 Comment
Roteiros de Jogos e a Jornada do Herói

Reprodução Gabriel Seidi.


Aqueles fãs mais ávidos da sétima arte já devem ter notado que os filmes e séries, em sua maioria, acabam caindo em alguns moldes criados por fórmulas rígidas e uma imaginação flexível. Dá até para adivinhar, às vezes, quem vai morrer e quando. Embora não seja possível saber se há um manual obrigatório para os roteiristas de Hollywood, podemos encontrar inúmeros livros dedicados à criação de roteiros que são utilizados pelo mundo afora. Um dos mais famosos e atuais foi escrito por Christopher Vogler e se chama A Jornada do Escritor: Estrutura Mítica para Escritores. Mas, quando se trata de roteiros de jogos, deve ser completamente diferente, certo?

Na verdade, a maior parte das histórias são criadas em cima da Jornada do Herói, escrita por Joseph Campbell no livro O Herói de Mil Faces, publicado em 1949. Campbell desenvolveu sua teoria tendo como base a antiga mitologia, Aristóteles, o herói trágico grego, entre outras fontes. Então, cruamente falando, os mitos ganharam nova forma e invadiram cinemas, televisões e videogames.

 

282 views

Falhe o quanto antes

by Bugan 0 Comments
Falhe o quanto antes

Reprodução Gabriel Seidi.


Ao se iniciar um novo projeto de jogo é difícil estimar o tempo necessário para que esse game seja concluído, é difícil também saber ao certo os pontos fracos e fortes logo de cara. Obviamente que com a experiência essas previsões ficam mais naturais para o desenvolvedor, mesmo assim a produção de um jogo nunca é algo simples e barato é mais comum que seja algo longo, penoso e caro…

 

39 views

O retorno dos Roguelikes

by Bugan 0 Comments
O retorno dos Roguelikes

Reprodução Gabriel Seidi.


 

De uns três ou quatro anos pra cá jogos do estilo Roguelike voltaram a fazer sucesso entre os jogadores. Jogos com mapas gerados randomicamente, milhões de itens para serem coletados, dificuldade crescente e uma variedade razoavel de  inimigos para se combater e morte permanente, o Rogue original foi produzido em 1980 para o Atari e em seguida muitos jogos seguiram suas características e fizeram algum sucesso em sua época. Mas por algum motivo jogos desse tipo tinham sumido do mercado.

55 views

Jogador X Desenvolvedor

by Guest 0 Comments
Jogador X Desenvolvedor

Reprodução Gabriel Seidi.


Uma conversa sobre a importância na mudança da visão de jogador para desenvolver seu próprio jogo.

É ruim ser generalista, mas uma coisa eu tenho certeza desde que eu entrei no mercado de jogos: Todos os que entram gostam de games.

Dito isso é importante salientar que nem todos gostam de jogos da mesma maneira, e mais, gostar de jogos não significa ser um jogador 20 horas por semana. Mas ainda estou para conhecer alguém que tenha entrada na área e não goste ou não ligue para o mundo dos games. Vou soar romântico agora, eu sei, mas para nos aventurarmos nesse mundo de “criação de joguinhos” é necessário algo muito além da ambição do dinheiro e estabilidade. Existe sim uma chama que nos faz pensar e agir diferente diante dessa mídia interativa. Digo mais, existe algo que nos faz ignorar quase todas as demais áreas.

396 views

Por que você deveria publicar em PNP se está começando?

by Guest 0 Comments
Por que você deveria publicar em PNP se está começando?

Reprodução Gabriel Seidi.


Agradeço ao Ricardo pelo espaço aqui no Paralaxy e já abro meu texto com um aviso: essas são não verdades escritas na pedra, não existe uma resposta única  para os pontos levantados e não existe, de forma alguma, intenção de criticar o estilo de trabalho de pessoas que pensam e atuam diferente.

Como vou acabar contando em um post aqui no Paralaxy, o Teia de Jogos foi a ideia que tive para começar a desenvolver meus queridos jogos de tabuleiro , sem precisar me comprometer com a obrigação de entregar um produto profissional de alta qualidade na primeira tentativa. Por isso o PNP é a minha escolha.

Não entendeu? Então é só me seguir pela estrada de papel, tinta de impressora e menos riscos para você aprender!

 

149 views

A Corda Bamba do Balanceamento

by Bugan 0 Comments
A Corda Bamba do Balanceamento

Reprodução Gabriel Seidi.


Desenvolver um jogo não é fácil, já falamos disso aqui algumas vezes, na hora de testar o jogo então… o designer entra em pânico com medo da reação que o público terá. Obviamente que não são todos os criadores de jogos que entram em pânico, mas com certeza a maioria deles sente um nervoso quando coloca seu jogo a prova. Mesmo os mais experientes sentem esse frio a barriga, é natural e você tem que passar por isso, pois só através de testes que você saberá se seu jogo está equilibrado ou não. Sabendo disso você pode trabalhar no balanceamento do jogo.

E você, já pensou em como se balanceia um jogo?

 

270 views

Global Game Jam 2016, o ano do Ritual

by Allyson Souza 2 Comments
Global Game Jam 2016, o ano do Ritual

Reprodução Gabriel Seidi


 

Ritual: este foi o tema apresentado na sexta-feira, dia 29/01, para os milhares de participantes da Global Game Jam espalhados ao redor do mundo para que desenvolvessem um jogo. Infelizmente não cheguei a tempo de assistir ao keynote, os vídeos de abertura do evento (que podem ser conferidos aqui), mas fui informado de que, quanto ao tema, apenas foi apresentada a palavra ritual na tela.

Com o tema apresentado, não há tempo a perder, é preciso iniciar a criação do jogo! Mas antes, você sabe o que é a Global Game Jam?

 

52 views

Cut-Out V.S Frame by Frame

by Guest 2 Comments
Cut-Out V.S Frame by Frame

Reprodução Stiven Valério.


Se existe uma Arte que está casada com a tecnologia desde sempre é a Animação, desde seus primeiros passos no Praxinoscópio ela já mostrava seu potencial tecnológico. Sendo assim, sempre que a tecnologia evoluía a animação seguia lado a lado criando novas formas de contar estórias.

286 views